quinta-feira, 16 de outubro de 2008

"A Traça Biblió e o Poeta -Brincando com os versos de Carlos Urbim"


Segue em cartaz na Sala Lili Inventa o Mundo!


Local: 5º andar da Casa de Cultura Mario Quintana - Rua dos Andradas, 736.
Horário: sábados e domingos, às 16 horas, até o dia 25 de outubro.


Ambientado num universo lúdico "A Traça Biblió e o Poeta –Brincando com os versos de Carlos Urbim" estimula a leitura e a preservação dos livros de forma alegre e divertida. Conta a história de Biblió, uma traça singular que, ao invés de roer os livros, se tornou guardiã da biblioteca infantil de uma velha escola onde mora. Enquanto conta sua história Biblió diz poemas do Caderno de Temas, de Carlos Urbim. Protagonizada por Dinorah Araújo, que também assina a direção artística e de produção, Biblió fala de sua trajetória e diz, com o manuseio de brinquedos, imagens e livros, poemas do Caderno de Temas de Urbim, que falam do cotidiano dos guris e das gurias no mundo da escola e da família, entre elas o jogo de taco, pandorga, geografia, aritmética, papel de carta, namoro e bolinho de chuva. Os recursos visuais e sonoros da trilha de música incidental, provocam a participação das crianças em vários momentos, bem como a identicação dos adultos.

Segundo a pedagoga Eliane Alberche, nessa relação de prazer com o livro, a criança constrói suas aprendizagens, forma conceitos e estrutura seu pensamento.
Urbim diz que os poemas do Caderno de Temas envolvem coisas que estão na vida da gente, que continuamos fazendo, repintando. “Traduzem o mundo da escola no olhar de um guri, de forma sapeca e alegre. Mostram a passagem dos guris e das gurias pela escola, de forma bem prazerosa. Permitem enxergar o mundo da mesma altura, encontrando o mesmo olhar da criança”, completa.

Montagem da Companhia Te-Atuar, A Traça Biblió e o Poeta –Brincando com os versos de Carlos Urbim”, conta com o design gráfico de Luiz Carlos Fetter, ambientação de Nelson Magalhães e Nelson Rosa, figurino, adereços e maquiagem de Nilton Silveira, iluminação de Taylor Araújo, criação e produção musical de Eduardo Prates, restauração do figurino e voz da Bruxa Analfbeta e da Mãe Traça de Nara Luanda, traça Biblió (Dinorah Araújo), assessoria pedagógica de Eliane Alberche, fotos de Cláudio Etges e Rogério Soares e com a direção artística e de produção de Dinorah Araújo.
Duração: 50 minutos

Ingresso: R$ 10,00

Descontos:
-Doação de livro: desconto de 30%.
-Clube do Assinante ZH: 30% para titular e acompanhante.

Promoções:
-Adulto acompanhado de duas crianças: não paga ingresso
PROMOÇÃO 2: Ganhará um ingresso com direito a um acompanhante, no dia a escolher, quem primeiro postar o nome completo nos comentários desta mensagem. O nome ficará na bilheteria (biblioteca).

Escolas: às sextas o espetáculo é apresentado para escolas. Agendamento pelo telefone 3225.7089 ( de terça à sexta-feira)

Fotos: Cláudio Etges.

Um comentário:

carla disse...

Carla Vieira Chaves :P