quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Projeto Cupim


O Projeto Tesouros Juvenis da Biblioteca Lucília Minssen, contemplado na Seleção 2004-2005 do Programa Petrobras Cultural, a partir de novembro estará disponibilizando ao público infantil o Projeto Cupim, um projeto de educação preventiva do patrimônio para crianças na faixa etária da educação infantil. O Projeto Tesouros Juvenis da Biblioteca Lucília Minssen visa a higienização, recuperação, acondicionamento, catalogação, armazenamento e disponibilização à consulta do acervo especial da Biblioteca. Dentro da proposta do Projeto Tesouros Juvenis, para o Setor de Patrimônio da Biblioteca cujas coleções bibliográficas são de características históricas, foi previsto através de um processo lúdico de caráter educacional as apresentações do Projeto Cupim. A idéia é o desenvolvimento de uma consciência de preservação e valorização do livro e da leitura a partir das idades mais tenras, corroborando para a formação de cidadãos preparados para o futuro. Para tanto foi confeccionada uma fantasia de espuma caracterizando um cupim estilizado que será o protagonista da ação desenvolvida. A confecção do figurino do Cupim ficou a cargo da bonequeira Tânia de Castro.


O Projeto Cupim, um processo lúdico de aprendizagem, pretende fazer germinar nas crianças uma disposição à prática de valorização dos benefícios que os livros podem trazer para a vida das pessoas. Isto tudo de forma interessante, divertida e alegre. Estão previstas 12 apresentações gratuitas com uma média de 50 crianças por sessão. Estas apresentações são destinadas a instituições públicas e Ongs e estão agendadas para a segunda quinzena de novembro durante a semana, sempre nas 3ª e 6ª. Após essas sessões, as demais instituições interessadas poderão agendar outros horários com a Administração da Biblioteca.

A idéia do Projeto Cupim é transmitir de forma lúdica às crianças algumas noções de como conservar melhor os livros. Tratando de assuntos tais como não riscar com lápis e canetas, não dobrar as pontas das folhas para marcar onde foi encerrada a leitura, não molhar o livro, não se debruçar sobre os livros, não comer e beber quando manusear os livros, não forçar a encadernação, não manusear com mão sujas, não escrever no livro, entre outras recomendações, mas de forma que as crianças possam entender.

As turmas de crianças são convidadas para uma sessão de contação de histórias com uma duração média de 30 minutos. A contadora (Ciara Hoch) tenta contar uma história, mas como o livro que ela escolhe para a sessão está comido numa certa folha, ela não consegue continuar narrando a história. Então começa a função de descobrir quem teria comido o pedaço daquele livro e por quê. Entre vários motivos e possíveis culpados, surgi um cupim. É Pimpim, o cupim (Rogério Hoch) que quer o livro para comer porque ele é o seu almoço. Mas Pimpim gosta muito de histórias e acaba entrando em acordo com a contadora de histórias para não comer mais os livros e também a ajuda a encontrar outro exemplar inteiro do mesmo livro e a contar o resto da história. O Cupim ao final da sessão de contação de histórias se conscientiza da necessidade de cuidar e tratar bem dos livros dando esse exemplo para as crianças.

Nenhum comentário: