quarta-feira, 15 de julho de 2009

Literatura infantil francesa

Como 2009 é o ano da França no Brasil, a França também se prepara para participar de eventos literários voltados para crianças e jovens, como o salão organizado pela Fundação do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e o festival de quadrinhos de Belo Horizonte.

Para estimular a publicação dos autores franceses, foi criada a Coleção França.Br 2009, carimbo que receberão todos os livros com apoio oficial francês. Uma centena de títulos, não só dos autores convidados, deve sair com esse carimbo, nas áreas de literatura e ciências humanas e sociais. O governo francês distribuiu 150 mil euros entre editoras brasileiras (Record, Objetiva, Companhia das Letras, Jorge Zahar, entre outras) para a publicação de autores franceses de ciências humanas. Outros 30 mil euros devem ser destinados à projetos de ficção.

As manifestações literárias do Ano da França no Brasil, porém, não se limitarão a eventos e publicações. Até o fim de 2009, serão digitalizados mil documentos raros que registram a influência da cultura francesa na brasileira. São obras pesquisadas nos arquivos das bibliotecas nacionais do Rio e Paris, e que remontam do século 16 até o século 19. Há, por exemplo, um documento de 1711, que mostra detalhadamente, através de um mapa, a invasão do Rio de Janeiro pelo corsário francês René Duguay-Trouin.

No 11º Salão da FLIJ, foi lançado o livro Se liga, Charles! do autor Vincent Cuvellier, que inclusive esteve presente no evento, a obra conta a história de um menino com jeito de velho. Toda a classe o acha um chato. Um dia, ele quebra a perna e terá de ficar imóvel na cama por uns três meses. E é Benjamim, o vizinho de carteira e de bairro, quem a professora encarrega de levar-lhe as lições. A convivência permite que Benjamim mergulhe no universo do colega, passando a compreendê-lo, a gostar dele e até a procurá-lo nos momentos difíceis. Assim, Vincent Cuvellier aborda tanto temas relacionados a amizade, solidariedade e respeito pelas diferenças, quanto ligados a ambiente escolar e relação familiar.

Nenhum comentário: